Frank Gehry: Conheça sua história e obras

Frank Gehry “A arquitetura deve falar de seu tempo e do seu lugar, mas anseia por se atemporal.”

Frank Owen Gehry, nascido Ephraim Owen Goldberg em fevereiro de 1929 na cidade de Toronto, no Canadá, mudou-se para Los Angeles aos 17 anos de idade, estudou arquitetura na faculdade do Sul da Califórnia e Urbanismo em Harvard.

Segundo Gehry, ele foi bastante incentivado a criar desde muito cedo pela família.  Nas brincadeiras, construía cidades com pedaços de madeira pelo chão da casa da sua avó.

Frank Gehry também passava diversas tardes brincando com sobras dos materiais da loja de hardware de seu avô e a sua mãe foi responsável por sua introdução ao mundo das artes.

É possível vislumbrar em sua obra as referências dos tempos de criança, principalmente na escolha e composição inusitada dos materiais. Por sua linha de criação é reconhecido como um dos principais idealizadores da Arquitetura Desconstrutivista, movimento que se caracteriza pelo desenvolvimento de um projeto não linear e, muitas vezes, considerado como fragmentado, tendo alguns de seus elementos como paredes, pisos e tetos deslocados para formar uma composição harmoniosa e que foge do lugar comum.

Durante a sua carreira, Frank Gehry atuou em alguns escritórios de arquitetura até que em 1962 fundou o seu próprio negócio.

Porém, o auge de sua carreira se deu após quase 10 anos e ele se tornou um arquiteto independente e renomado entre 1969 e 1973. Nesse período, ele criou peças de mobiliário feitas com papelão ondulado reforçado conhecidas como Easy Edge até que, preocupado em ter o seu nome associado somente ao design de móveis, decidiu interromper o desenvolvimento e a venda desses itens. Algumas de suas peças permanecem em exposição em museus como o MoMA.

Entre 1970 e 1980 ele concebeu diversos projetos residenciais em Los Angeles, inclusive o de sua própria residência no bairro de Santa Mônica, onde mora até hoje.

O projeto contempla estruturas sobrepostas de uma forma totalmente distinta em uma mistura de elementos com características antigas e novas.

Em 1989 recebeu o prêmio Pritzker de arquitetura e sua obra ganhou notoriedade e, a partir disso, ele passou a desenvolver uma série de projetos em outros países e cidades do mundo.

Dentre eles, merecem destaque o Museu Guggenheim, em Bilbao;  a Torre Gehry, em Hannover, na Alemanha; o Vitra International Furniture Manufacturing Facility and Design Museum, na Alemanha; a Cinemateca Francesa, em Paris; a famosa Dancing House, em Praga; o Chiat/Day Building, em Venice, o Walt Disney Concert Hall, em Los Angeles e o Museu de Arte Frederick Weisman, em Minnesota.

Casa Frank Gehry

Casa Frank Gehry, Santa Monica, Los Angeles, Estados Unidos.

Saiba Mais: Estilo Minimalista: Ambientes inspiradores onde menos é mais

Museu Guggenheim, Bilbao, Espanha - Frank Gehry

Museu Guggenheim, Bilbao, Espanha.

Torre Gehry, Hannover, Alemanha - Frank Gehry

Torre Gehry, Hannover, Alemanha.

Vitra International Furniture Manufacturing Facility and Design Museum, Weil am Rhein, Alemanha - Frank Gehry

Vitra International Furniture Manufacturing Facility and Design Museum, Weil am Rhein, Alemanha.

 Cinemateca Francesa - Frank Gehry

 Cinemateca Francesa, Paris, França.

Dancing House, Praga, República Checa

Dancing House, Praga, República Checa.

Chiat/Day Building, em Venice, Los Angeles, California

Chiat/Day Building, em Venice, Los Angeles, California

Walt Disney Concert Hall, Los Angeles, Califórnia.

Walt Disney Concert Hall, Los Angeles, Califórnia.

Saiba Mais: Estilo Rústico: Conheça Elementos Essenciais para Fazer esse Tipo de Decoração

Museu de Arte Frederick Weisman, Minnesota, Estados Unidos.

Autoria: @lyranavasarquitetura

Soraya Navas é de São Paulo, formada em Design de Interiores e adora viver na cidade, conhecer lugares e pessoas interessantes.
Ama dar ideias e dicas, principalmente de interiores, e acredita que o compartilhamento de saberes enriquece e conecta as pessoas.

Fernanda Lyra é da Paraíba e atualmente vive em São Paulo, formada em Arquitetura e Urbanismo e tem experiência em Interiores. Ama viver novas experiências e está sempre aberta para conhecer pessoas e eternizar bons momentos e também adora compartilhar conhecimento.

Clique Aqui conheça o Instagram da Dupla e inspire-se!

Avatar

Lilian Santos

Lilian Santos é colunista da Casa Vogue, formada em Design de Interiores e Marketing. Trabalha em lojas especializadas em revestimentos de alto padrão há 07 anos e já perdeu a conta de quantos projetos ela ajudou revestir. E como nesta área existem uma gama muito grande de materiais com especificações diferentes, nunca é uma tarefa fácil definir os acabamentos que irão no projeto. Então ela uniu todo amor que tem pela profissão e todo conhecimento técnico que adquiriu para criar o blog Revestindo a Casa e te ajudar nesse momento tão importante da sua obra.

Leave a Comment