Bancada de porcelanato para banheiro: tudo o que você precisa saber

Ao projetar um banheiro, é preciso pensar em todos os elementos que vão compor o ambiente. Além do piso, revestimento das paredes e metais, é importante escolher bem o material que será usado na bancada. E com a grande gama de opções disponíveis, sempre ficamos na dúvida: qual a melhor opção? Muitas pessoas ainda ficam com receio usar porcelanato – talvez por ser uma demanda relativamente nova e por estarem acostumados a pensar que esse tipo de produto só pode ser usado para revestir pisos e paredes e acabam optando por materiais mais conhecidos, como mármores e granitos.

Mas em termos de resistência, saiba que os porcelanatos não riscam com facilidade e praticamente não tem absorção. Isso faz com que ele não manche, dispensando as manutenções das pedras naturais. Por isso as bancadas feitas de porcelanato são uma forte tendência! Elas caíram no gosto dos profissionais por reproduzem madeiras, mármores, pedras rústicas, cimento queimado sem precisar de nenhum cuidado especial para manter a aparência e qualidade do produto.

Para quem tem um estilo mais clean ou acha que banheiros ficam poluídos visualmente quando na composição do projeto são misturados muitos materiais, esse tipo de bancada é uma excelente opção. Você pode usar o mesmo porcelanato do piso/parede para fazê-la e o resultado fica incrível!

Banheiro clean com bancada de porcelanato e parede de porcelanato.
Banheiro clean por Bianchi e Lima
Nos tópicos a seguir, esclareço algumas das principais dúvidas sobre o assunto:
1. Mão de obra 

Muitas pessoas acham que o mesmo pedreiro que está instalando o piso da obra também vai fazer os cortes das bancadas. Errado! É necessário uma mão de obra especializada para um resultado impecável.

Hoje existem diversas empresas que oferecem esse serviço e inclusive lojas de porcelanato também tem mão de obra específicas para bancadas. Uma das maiores dificuldades são as quinas, que precisam ser feitas com um acabamento chamado de meia esquadria ou corte em 45 graus. Uma boa execução depende de muita técnica!

Banheiro com parede de cimento queimado e bancada de porcelanato.
Projeto Biachi e Lima
Meia esquadria da portobello. Bancada para banheiro.
Meia esquadria da Portobello (Bancada de porcelanato para banheiro)
2. Custos

O que vai determinar o custo da sua bancada é o valor da mão de obra para fazer o corte mais o material. O preço depende do material escolhido, pois existe uma infinidade de opções com valores. O correto é você sempre escolher o material que mais te agrada e solicitar orçamento para uma empresa de confiança e então avaliar a melhor opção.

Não há como comparar com uma bancada de pedra natural. Os valores de porcelanato estão entre R$ 20 e R$ 1500 o m² e os de mármores e granitos também tem uma grande variação de preços.

LEIA MAIS: Pisos e revestimentos em maxi formatos : saiba como usar

3. As emendas

Dependendo do tamanho da sua bancada, pode ser necessário fazer uma ou mais emendas. Essas juntas são mínimas e a colagem é feita com massa plástica. E se a mão de obra for boa, ficam imperceptíveis – pode ficar tranquilo! Tente escolher peças que tenham no mínimo 60 cm, pois a profundidade das bancadas de banheiro gira em torno disso.

Remo Mangiocca, diretor da Latina Cerâmica, dá dicas de como disfarçar essas emendas: “Tente sempre usar o tom da massa plástica o mais próximo possível da cor do produto. Também é possível usar filetes metálicos nessa emenda, dando um detalhe personalizado, ou fazer a bancada com níveis de alturas diferentes, criando um design arrojado, sem perceber que as emendas estão presentes”, explica.

Se a sua bancada for bem grande você consegue fazê-la sem emenda usando porcelanatos de grandes formatos – hoje existem peças de até 320×160. Porém, analise bem o custo, já que peças muito grandes também tem um valor maior. 

Bancada com emenda com porcelanado Colormix, Projeto da arquiteta Maria Fernanda Piti. Porcelanato em grandes formatos.
Bancada com emenda com porcelanado Colormix, projeto da arquiteta Maria Fernanda Piti (Bancada de porcelanato para banheiro)

Muita gente pensa que a bancada de porcelanato é apenas “ revestida com o produto” quando na verdade ela é toda produzida em porcelanato. Geralmente são feitos reforços para a bancada ficar mais resistente, com o mesmo produto.Se a bancada for muito grande, é necessário ter uma estrutura metálica para apoiá-las.

LEIA MAIS: Como comprar pisos e revestimentos: 7 dicas que você precisa saber

4. Fixação

É feita com mão francesa ou grapas. Como geralmente as bancadas de banheiros tem móvel embaixo ou a saia maior, essa fixação não fica aparente.

5. Instalação

Empresas que vendem bancadas de porcelanato tem o mesmo sistema de uma marmoraria. Depois de fechar o pedido, o seu banheiro tem que estar com ponto de esgoto definido e o banheiro revestido para ser feita a medição técnica, projeto executivo e só depois é produzido para liberarem a instalação. Dependendo da empresa e da complexidade da bancada os prazos variam de 20 a 60 dias para execução.

6. Existe um tipo ideal para bancadas de banheiro? 

Como no banheiro não existe um contato com objetos que possam agredir o porcelanato, como panelas e facas, não tem tantas restrições como na cozinha. O importante é comprar porcelanatos com boa qualidade.

7. Cubas que podem ser usadas com bancada de porcelanato

Aqui é a criatividade é quem manda! Você pode fazer cubas esculpidas em porcelanatos em diversos modelos diferentes ou usar cubas de apoio, embutir, sobrepor e semi-encaixe de louças. Na segunda opção o custo da mão de obra fica menor, mas como é preciso comprar a cuba separada, é preciso analisar a opção que mais te agrada e o custo-benefício do conjunto.

Revestimento da Ceusa na bancada com cuba de apoio. Porcelanato que imita mármore em bancada e piso do banheiro.
Revestimento da Ceusa na bancada com cuba de apoio (Bancada de porcelanato para banheiro)

Depois de definido modelo, orçamentos e materiais, é muito importante você avisar à empresa que fará o seu corte qual o modelo da torneira comprada para eles fazerem os furos corretamente.

Newsletter
Avatar

Lilian Santos

Lilian Santos é colunista da Casa Vogue, formada em Design de Interiores e Marketing. Trabalha em lojas especializadas em revestimentos de alto padrão há 07 anos e já perdeu a conta de quantos projetos ela ajudou revestir. E como nesta área existem uma gama muito grande de materiais com especificações diferentes, nunca é uma tarefa fácil definir os acabamentos que irão no projeto. Então ela uniu todo amor que tem pela profissão e todo conhecimento técnico que adquiriu para criar o blog Revestindo a Casa e te ajudar nesse momento tão importante da sua obra.

Leave a Comment