Como assentar revestimentos em paredes de drywall: veja 4 dicas

Sala com sofá branco, quadro com imagem de um tigre e parede de drywall.
David Defizio usou porcelanatos de 250 x100 nas paredes

Paredes de drywall são uma alternativa bem versátil e prática para obras. E esse tipo de material é muito usado em obras residenciais e comerciais por ser um produto de fácil instalação, onde há redução de resíduos, pois como a tradução do próprio nome diz, esse sistema é seco e não há necessidade de argamassas e cimentos, tornando-se uma obra rápida, leve e mais limpa.

E como esse tipo de parede é usada em áreas internas, como salas, cozinhas, banheiros e dormitórios, existe a possibilidade de usar revestimentos nelas. E sempre surgem dúvidas sobre os tipos de revestimentos e cuidados que devem ser tomados.  Afinal, ninguém quer fazer uma obra e ter problemas, não é mesmo?

Você pode revestir a sua parede de drywall com qualquer revestimento. Mas um fator importante é fazer um planejamento, prevendo o que será instalado nessa parede, para que ela seja projetada com a resistência adequada para cada necessidade.

SAIBA MAIS: CASA VOGUE: PISOS E REVESTIMENTOS EM MAXI FORMATOS : SAIBA COMO USAR

Cozinha com bancada e bancos pretos.
Projeto de Barbara Dundes

1 – Faça um bom acabamento nas emendas

Dependendo do tamanho do espaço, a parede de drywall é montada em várias partes, ficando com emendas aparentes. E, após a instalação por um profissional experiente, é recomendado dar um acabamento, cobrindo essas imperfeições antes da aplicação dos revestimentos.

Quando falamos de revestimentos que são extremamente finos, como piso vinílico, papéis de parede e até mesmo uma pintura, é preciso cuidado redobrado para não aparecer as emendas do drywall.

“O recomendável é lixar as emendas que o gesseiro deixou, remover o pó, aplicar tinta específica para gesso na placa e depois aplicar massa corrida na emenda. Ou, havendo a necessidade, pode aplicar a massa corrida na placa inteira. Depois é preciso fazer um lixamento da massa corrida, novamente remover o pó de toda a superfície e escolher a tinta de sua preferência. Esse processo vai garantir uma pintura final mais bonita e sem imperfeições”, explica o pintor especialista, Yohan Luis.

Ambiente com poltrona, vaso de planta e parede de drywall.
Ambiente decorado por Macedo e Martin Arquitetura

Produtos mais pesados, como revestimentos cimentícios, pedras naturais e porcelanatos de grandes formatos, é preciso um cuidado mais especial:

2 – Verifique o peso do revestimento comprado

Dependendo do revestimento que será aplicado é necessário fazer reforço na parede para suportar o peso do produto. Caso você compre um imóvel que já tenha paredes de drywall é fundamental a análise de um profissional para checar a quantidade de peso que ela suporta.

3 – Textura adequada para receber os revestimentos

Na fase de assentamento, geralmente as placas de drywall já receberam o acabamento da mão de obra e estão mais lisas. E quando vamos instalar um revestimento essa base acaba não dando aderência à argamassa. Então é importante o uso de primers específicos para essa finalidade ou descascar a parede. Essas duas alternativas deixam a superfície mais rústica e apropriada para receber os insumos e o revestimento.

Cozinha com torneira dourada, pia branca, acessórios e parede de drywall.
Projeto de Renata Marques

4 – Uso de Argamassa específica

A escolha da argamassa certa é uma parte fundamental para a durabilidade do seu assentamento. Existem argamassas ACIII que são indicadas para assentamento de revestimentos em paredes de drywall. É importante avisar o consultor de vendas que você precisa de argamassa para essa finalidade.

“Sempre peço para minha equipe observar a argamassa que foi comprada e se é indicada para o uso em drywall. Caso seja necessária uma ancoragem maior por conta do peso do revestimento, recomendo usar um primer para dar mais aderência e ainda peço o reforço do drywall na parte interna”, comenta Silvia Yamamoto, diretora da Step Revestimentos.

Quarto de casal com ar condicionado, porta de vidro e parede de drywall.
Quarto projetado por David Defizio

E não se esqueçam de sempre olhar as recomendações do fabricante do revestimento escolhido antes de fazer a instalação. Seguir as recomendações da maneira correta vai te dar garantia e respaldo da fábrica caso ocorra problemas.

Newsletter
Avatar

Lilian Santos

Lilian Santos é formada em Design de Interiores e Marketing, trabalhou durante 07 anos em lojas especializadas em revestimentos, fez diversos cursos e treinamentos do segmento e resolveu pegar todo o seu conhecimento e criar o Revestindo a Casa para compartilhar dicas técnicas, que hoje ajuda milhares de pessoas. Ela desenvolve conteúdos para o digital, treinamentos para empresas do segmento, palestras e consultorias. Ah ela adora dar boas risadas, sempre tenta ver o lado bom das coisas e ama viajar.

Leave a Comment