10 banheiros mais bonitos da CASACOR São Paulo 2021

  • Home
  • Banheiro
  • 10 banheiros mais bonitos da CASACOR São Paulo 2021

Confira os principais destaques dentro da categoria de banheiro!

A CASACOR São Paulo 2021 começou oficialmente na última terça-feira, dia 21 de setembro, mas tive a oportunidade de conhecer os ambientes antes com a imprensa – e fiquei encantada! São 56 projetos inéditos reunidos no Parque Mirante, anexo ao Allianz Parque, inspirados no tema A Casa Original. Dá para imaginar a dimensão? 

Nem todos os projetos contam com todos os cômodos, como sala, banheiro, quarto e sala, mas, ainda assim, é muita coisa para absorver em um único dia. Hoje, resolvi trazer o que considerei os principais destaques dentro da categoria banheiros. Vocês vão notar que são ambientes super voltados para o bem-estar, que combinam revestimentos em alta, design assinado e muitas plantas. Espero que fiquem tão impressionados quanto eu! 

A CASACOR SP vai até o dia 15 de novembro e é possível adquirir seu ingresso pelo site (https://casacor.byinti.com). 

Casa Égide, de studio ro+ca

Banheiro com porcelanato cinza revestindo paredes, piso e bancada pia, banheira de imersão branca
(Foto: Denilson Machado / Divulgação)

Seguindo a fórmula de sucesso dos projetos do studio ro+ca, na Casa Égide predominam as cores sóbrias, como preto, tons amadeirados e areia, que conversam com todos os elementos do projeto. Banheiros em formato de caixa, leva o mesmo material preto, Dekton Laurent da Cosentino, nas paredes, no piso e na bancada. 

Assim, uma banheira branca ganha destaque, além dos vidros utilizados estrategicamente para que o jardim possa ser avistado de todos os ângulos, criando uma sensação de natureza perfeita para o relaxamento que o cômodo pede. Destaque para o espelho que foi desenhado pelos próprios profissionais do escritório. 

Espaço Kairos, de Erica Salguero

Banheiro com revestimento nude nas paredes , piso e bancadas, armário de madeira e espelho redondos.
(Foto: Renato Navarro / Divulgação)

A nova rotina pós-pandemia e o deus grego do tempo oportuno, Kairós, foram a grande inspiração da arquiteta Erica Salguero para criar a suíte master com sala de banho e home office, de 68 m². O porcelanato que recobre pisos e paredes, e a bancada em quartzito, ambos em tons suaves, reforçam a sensação de bem-estar. Dentro do boxe, a imponente banheira de imersão branca convida ao relaxamento. Um brise permite privacidade na hora do banho, sem comprometer a abundante iluminação natural do cômodo. 

Box de vidro de banheiro com banheira de imersão branca, piso e revestimento da parede em tom nude e vasos de planta no chão
(Foto: Renato Navarro / Divulgação)

Tres Arquitetura

Banheiros com materiais, que vão do mármore brasileiro ao cimento, alumínio, bronze, detalhes em barro e madeira.
(Foto: MCA Estudio / CASACOR / Divulgação)

O estúdio de 60 m² marca a estreia do arquiteto na CASACOR, com os devidos louros. Fiquei impressionada com a escolha de materiais, que vão do mármore brasileiro ao cimento, alumínio, bronze, detalhes em barro e madeira. 

Como divisória entre quarto e banheiro, a escolha foi o exclusivo revestimento Vedononvedo, criado pela designer italiana Paola Navone. Similar a um espelho, ele tem alguns elementos abstratos em sua superfície, que criam um efeito único de revela e esconde. 

Banheiros com materiais, que vão do mármore brasileiro ao cimento, alumínio, bronze, detalhes em barro e madeira.
(Foto: MCA Estudio / CASACOR / Divulgação)

Riserva Todeschini, de Debora Aguiar

Banheiro com banheira com pedras ao redor, forro de madeira ripado, bancada cinza, painel na parede da pia com vasos de plantas suspensos
(Foto: Salvador Cordaro /CASACOR / Divulgação)

Em cerca de 250 m², a arquiteta Debora Aguiar distribuiu living, espaço gourmet, suíte com closet, banho e jardim, e até um pergolado. A madeira é o elemento central de todo o projeto, com forros que abraçam as paredes e o mesmo piso de nogueira em todos os ambientes. 

Na suíte master, com banheiro integrado, o forro de madeira ripado e vazado desce pelas paredes laterais, reforçando a proposta de ninho e criando um efeito de luz aconchegante. Colunas em madeira emolduram a abertura da grande janela com o jardim. Para fazer do espaço um pequeno refúgio, a banheira foi cercada de pedras naturais.

Quarto Noah, de Gregory Copello

Box de banheiro com parede revestida de pedras brancas, porta de vidro do box com molduras branca e piso branco
(Foto: Denilson Machado / Divulgação)

Também pela primeira vez na CASACOR Sp, o arquiteto Gregory Copello apresentou um ambiente de 25 m² que convida ao repouso, autoconexão, calma e descanso. O uso de elementos naturais, tons terrosos, princípios do slow living, cores neutras e suaves, me encheram de paz – sem brincadeira! 

No boxe, a escolha foi uma parede de pedras naturais, valorizada pela luz natural proveniente de uma abertura que vai do chão ao teto. Apenas uma esquadria de vidro, com serralheria branca, faz as vezes de divisória com o quarto. 

Banheiro Toré, de Sabrina Gnipper

Banheiro com parede de pedras egípcias irregulares, as luminárias de fibras naturais e as plantas pendentes em cúpulas de madeira.
(Foto: Renato Navarro / Divulgação)

A arquiteta Sabrina Gnipper faz sua estreia na mostra assinando o espaço Banheiro Toré, com um conceito ousado, criativo e acolhedor de 14 m². Na correria que for, é impossível passar batido pela parede de pedras egípcias irregulares, as luminárias de fibras naturais e as plantas pendentes em cúpulas de madeira. 

CONFIRA: CASACOR SÃO PAULO JÁ TEM DATA PARA ACONTECER: DE 21 DE SETEMBRO A 15 DE NOVEMBRO

Todos os elementos fazem referência à ancestralidade e à cultura brasileira, com artefatos indígenas e artesanato regional. Os espelhos orgânicos dentro de troncos de árvore da artista Rosana Ciotta simbolizam a conexão com a natureza e o olhar para dentro de si. Também me encantei pelo banco indígena de tamanduá, confeccionado lá no Xingu. 

Para fechar o projeto e a estreia com chave de ouro, todos os elementos em madeira do espaço são certificados ou de árvores caídas, além dos objetos decorativos serem artesanais, o que representa meios de produção mais sustentáveis. 

Loft do Colecionador, de Intown Arquitetura

Banheiro estreito com armários verdes, box de canto e bancada suspensa. No piso, o porcelanato que imita cimento queimado traz uma pegada industrial, reforçada pela iluminação em trilho da pia. 
(Foto: MCA Estudio / CASACOR / Divulgação)

Apesar das paredes cobertas de obras, no ambiente projetado pelos profissionais da InTown Arquitetura, não consegui desviar os olhos do teto, revestido de ladrilho hidráulico com padrão geométrico. 

Apesar de estreito, o banheiro foi bem aproveitado com armários verdes, box de canto e bancada suspensa. No piso, o porcelanato que imita cimento queimado traz uma pegada industrial, reforçada pela iluminação em trilho da pia. 

Casa Alma Duratex, de Melina Romano 

Banheiro com paredes e teto brancos,  espelho redondo, cuba da pia e torneira roses e canteiro com gramado.
(Foto: MCA Estudio / CASACOR / Divulgação)

Sem dúvida, um dos maiores destaques desta edição, Melina Romano entregou tudo em seu ambiente de 160 m², com ventilação cruzada e muita iluminação natural. Texturas, aconchego, cores claras e minimalismo traduzem os pilares do projeto: slowness, well-being e soulful. 

No banheiro, o layout fluído é responsável pela bancada curva de canto, banheira de imersão e os canteiros gramados que contornam o cômodo. As clarabóias em formato de amoeba e as generosas janelas valorizam a sensação de bem-estar e conexão, que tanto buscamos nos projetos atuais de banheiros.

Banheiro com paredes e teto brancos, banheira de imersão branca e canteiro com gramado.
(Foto: MCA Estudio / CASACOR / Divulgação)

Casa Ninho, de SP Estúdio

Banheiro com piso de madeira, vasos de plantas grande no chão, torneira e chuveiro preto, espelho redondo e bancada da pia revestida de material branco
(Foto: MCA Estudio / CASACOR / Divulgação)

“Um lugar leve, fresco e que se traduz em aconchego”. A definição é perfeita para o ambiente do SP Estúdio. Aproveito para destacar aqui um conceito recorrente em vários dos projetos pelos quais me apaixonei nesta CASACOR: a biofilia. Para quem não sabe, trata-se de trazer elementos da natureza para o projeto, como os generosos vasos de plantas neste banheiro. Eles trazem uma sensação de acolhimento e pertencimento que só é possível graças ao verde. 

Sopro Orgânico, de Architects+Co

Banheiro destacado por suas curvas, texturas, formas irregulares e pelo uso de materiais naturais, como o mármore canelado na banheira e madeira no piso.
(Foto: Renato Navarro / Divulgação)

O loft de 110 m² do Architects+Co se destaca por suas curvas, texturas, formas irregulares e pelo uso de materiais naturais, como o mármore canelado na banheira: pessoalmente, ela é ainda mais incrível.

O espaço foi dividido em um amplo lounge com quarto, closet, banheiro e uma cozinha em conceito aberto. “Unindo soluções modernas, olhar atento às tendências mundiais e a inspiração da natureza, criamos um lugar cosmopolita e urbano, envolvido pelo verde”, afirmam os profissionais Caio Bandeira e Tiago Martins, à frente do escritório. 

Newsletter

Lilian Santos

Lilian Santos é formada em Design de Interiores e Marketing, trabalhou durante 07 anos em lojas especializadas em revestimentos, fez diversos cursos e treinamentos do segmento e resolveu pegar todo o seu conhecimento e criar o Revestindo a Casa para compartilhar dicas técnicas, que hoje ajuda milhares de pessoas. Ela desenvolve conteúdos para o digital, treinamentos para empresas do segmento, palestras e consultorias. Ah ela adora dar boas risadas, sempre tenta ver o lado bom das coisas e ama viajar.

Leave a Comment