Arquitetura Hospitalar – Como ela pode influenciar na saúde e bem estar do paciente

  • Home
  • Hospitais
  • Arquitetura Hospitalar – Como ela pode influenciar na saúde e bem estar do paciente

Ao pensarmos em arquitetura e design de interiores, inconscientemente nossa mente associa estas palavras aos espaços cotidianos vividos e principalmente aqueles ambientes em que almejamos ocupar. No entanto, quando pensamos em ambientes de saúde, imediatamente imagens com espaços brancos ou/e verdes azulados e extremamente monótonos surgem em nossas memórias. Mas afinal, como a arquitetura hospitalar pode influenciar no bem estar do paciente?

CONFIRA: COMO A ARQUITETURA PODE CONTRIBUIR NO COMBATE À ANSIEDADE?

Clinica pediatrica com decoração de árvores, bebês e móveis coloridos.
Clínica de pediatria Projeto Marilia Zimmermann

          Já é cientificamente provado que os ambientes em que vivemos influenciam drasticamente em nosso dia a dia, por conta disto, é necessário que sejam criados cada vez mais ‘’ambientes humanos’’, ou seja, que possam contribuir com nossa saúde e bem-estar. Com os hospitais, isso não é diferente, nos dias atuais, a arquitetura hospitalar tem dado cada vez mais importância à humanização destes ambientes.

recepção de hospital com projeção de LED com imagens infantis.

           Atualmente, com o avanço dos diagnósticos e tratamentos, os atendimentos e procedimentos hospitalares tornaram-se ainda mais afetivos. De forma bastante inteligente, a prioridade passou a ser a perspectiva do paciente, ou seja, a forma com a qual ele enxerga o ambiente e quais sensações à ele são transmitidas. Estas mudanças, acontecem de início com a alteração ‘’não agressiva’’ das cores de paredes assim como suas texturas, onde seja possível substituir o branco por uma cor mais estimulante. Essas alterações devem ser feitas obviamente em áreas que possam sofrer tais mudanças sem prejudicar o tratamento do paciente, pois cada especialidade deve ser pensada de forma individual e consciente.

Sala de tratamento de hospital com máquina de tomagrafia, paredes coloridas representando praia.
Fonte Pinterest

          Além das paredes, os móveis também devem ser repensados de forma mais ergonômica e aconchegante, fazendo com que exames, espera e internações possam ser procedimentos  mais tranqüilos. O design biofílico é outro fator de extrema importância e que é sempre bem vindo, por isso a criação de jardins externos e até mesmo internos, faz com que os pacientes possam descansar e recarregarem suas energias. Além disto, espaços que sejam destinados ao artesanato, música, brinquedoteca, entre outros, são essenciais para a terapia ocupacional e faz com que o paciente possa se sentir em casa.

Ambiente externo de hospital com árvores e plantas.
Fonte Pinterest
Area externa de hospital com muitas plantas, árvores e bancos.
Hospital Infantil Nelson Mandela Projeto Sheppard Robson e John Copper

Vale lembrar, que os ambientes de saúde possuíam esta imagem muitas vezes de frios e impessoais com foco total na higiene e tecnologia. No entanto, com o novo olhar da arquitetura no âmbito da saúde, estes locais estão passando a ser cada dia mais humanizados e acolhedores, características que beneficiam desde os pacientes até os profissionais da área. Ainda temos um longo caminho à percorrer, mas com um passo de cada vez, teremos hospitais cada vez melhores e mais aconchegantes.

Ambiente de tratamento infantil de hospital com mesas, cadeiras e brinquedos.
Fonte Pinterest
Ambiente de hospital com puffs e sofás coloridos, com escada em caracol larga branca portas de vidro.
Fonte RS Design
Vista de uma area externa de hospital com arquitetura moderna com fachada de vidro.
Projeto Cannon Design

Referências: https://minhacasaminhacara.com.br/o-impacto-da-arquitetura-na-saude-e-bem-estar/

Me chamo Thaíssa, sou arquiteta e urbanista formada pela universidade Anhembi Morumbi e pós graduanda em Design de Interiores. Decidi qual seria minha profissão ainda no ensino fundamental e no momento de ingressar em uma universidade, não tive dúvidas de que estava fazendo a escolha certa, aquela que meu coração sempre pediu e até hoje não me vejo fazendo outra coisa. Acredito que a escrita, assim como a arquitetura nos permite expressar nossos sentimentos e eterniza-los.
Minha função como arquiteta, é projetar através de sensações e desmitificar a história de que arquitetura trata-se apenas de estética. Por conta disto, iremos falar sobre diversos assuntos relacionados a área e claro, aprender um pouco mais a cada dia. Espero que gostem!

Avatar

Lilian Santos

Lilian Santos é formada em Design de Interiores e Marketing, trabalhou durante 07 anos em lojas especializadas em revestimentos, fez diversos cursos e treinamentos do segmento e resolveu pegar todo o seu conhecimento e criar o Revestindo a Casa para compartilhar dicas técnicas, que hoje ajuda milhares de pessoas. Ela desenvolve conteúdos para o digital, treinamentos para empresas do segmento, palestras e consultorias. Ah ela adora dar boas risadas, sempre tenta ver o lado bom das coisas e ama viajar.

Leave a Comment